quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Universo Simbólico: O Olho todos vêm.


Olá pessoal, tenho percebido que a moda dos últimos meses é o uso de correntinhas, pulseiras, adesivos para colocar em veículos, brincos, e vários brindes que são confeccionados com um discreto ou até mesmo um notório Olho Grego. (Só faltam inventar tampa para vaso sanitário personalizada com o símbolo) O que realmente me intriga não é tanto a divulgação do símbolo, e sim, a junção dele com outros símbolos de significados parecidos e que acabam sendo agregados aos do Olho Grego como se tudo viesse da mesma cultura e tivesse a mesma egrégora

Parece radicalismo da minha parte, mas nem tanto. Claro que sabemos que a intenção na maioria dos casos é o que importa, porém se analisarmos sendo um pouco tradicionalistas podemos entender que cada símbolo possui sua área de atuação e que se a egrégora simbólica for misturada os resultados serão mais misturados ainda. Lembrei-me também da diferença entre esses símbolos que são colocados nos chaveirinhos e pulseiras (nada contra se você tiver um) com trevos, ferraduras, figas, pés de coelho etc.

Existe uma diferença entre Amuletos e Talismãs, onde os primeiros são escudos protetores e o segundo são potencializadores de certos desejos. No caso do Olho Grego, um poderosíssimo escudo, que misturado com vários talismãs faz surgir a verdadeira “Salada Simbólica” consciente ou não. 

O Olho do Oriente, (Grego ou Turco) surgiu com os povos turcos que acreditavam que um mau olhado podia trazer sérias consequências indesejáveis para uma pessoa ou para uma sociedade. Nada melhor do que um amuleto para que as coisas voltassem a ser como antes. Este Amuleto tem sua origem mais conhecida nos países árabes, e migrou para os povos que tinham contato com eles, como Grécia, norte da África, etc. Ele está sempre ligado a proteção, a afastar a negatividade, e a "absorver" o mal olhado para ele, impedindo que atinja a pessoa. O amuleto turco que protege contra mal olhado e olho gordo é muito comum na Turquia. 

Seu nome original é Nazar Boncugu e deve ser azul e ter a forma de um olho. Uma das teorias para a adoção do azul é o fato de se tratar de uma cor rara na população local, que tem, em sua maioria, olhos castanhos ou cor-de-melHá diversos tamanhos, mas a forma é geralmente aredondada. Toda a sua tradição vem de histórias contadas que são passadas pelas gerações, semelhante a nossas lendas do folclore popular.
 
Eis a história turca:

 "Havia uma rocha no mar que nem com a força de cem homens e muita dinamite podia ser removida ou rachada. Havia também um homem nesta cidade que era conhecido por ter muito "olho gordo" (Nazar). Depois de muitos esforços, trouxeram o homem à rocha. O homem olhou a rocha e disse "Meu Deus! Que rocha enorme !" No instante que ele disse isto, houve um grande barulho e a rocha rachou em dois pedaços."

No nosso meio conhecemos pessoas que possuem tamanha capacidade sem o menor esforço, dai a preocupação que os turcos também têm com o Mau olhado. Analisando a simbologia do Nazar Boncugu, podemos perceber as influências do Sol neste amuleto devido a imagem do signo Astrológico em seu centro. (O Sol, o Deus que afasta os males, que tudo observa e que transmite a paz.)

Sendo utilizado das diversas formas nós brasileiros mudamos e reinventamos significados, o que acaba sendo normal, já que símbolos também se enquadram na categoria das  imagens e estas podem adquirir diversos valores por quem as vê e por onde passam. 
Levando tudo em consideração, desde já reforço que minha queixa contra essa modinha é simplesmente pela falta de conhecimento dos que a utilizam. Na esperança que todos compreenderam o significado tradicional do Olho Grego e tenham gostado, agradeço a paciência e até a semana que vem com um novo tema!

Deixo para vocês aqui dois exemplos práticos: 

1. AMULETO: Pegue um dente de alho, descasque-o e guarde a sua casca. Junte à casca do alho 3 pequenos ramos de arruda e 3 de alecrim. Costure um pequeno saquinho (do tamanho daqueles que vem as bijous) em tecido branco. Se você é mulher, use-o no sutiã do lado em que está o coração, preso com um alfinete (aquele de fralda de criança). Não deixe que ninguém o toque (exceção de crianças até 7 anos). 


2. TALISMÃ: Junte 3 grãos de café, 3 grãos de milho e 3 sementes de girassol. Costure um saquinho branco (conforme a descrição em amuleto) e carregue-o da mesma forma junto à você. Este talismã é para atração de dinheiro. Não conte à ninguém que você o usa.


A Todos,
Pax, Lux et Nox

1 comentários:

Márcia M@rimite disse...

Olá! Muito interessante o texto! Eu também reparei uma grande quantidade de pessoas usando esse simbolo, e muitas das quais perguntei nem sabiam o que era... Até que um dia uma familiar minha estava assistindo uma novela, a "Cheias de Charme" e reparei que uma das personagens principais usava (já que acabou a novela) o olho grego,tanto no pescoço, como pulseira... Então acho que isso explica um pouco dessa "moda" no Brasil...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hostgator Discount Code
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...