sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA: Igreja Católica lança na Inglaterra um manual ensinando a como "converter" bruxas


E os medos da Igreja Católica na Inglaterra só vão ficando mais claros a cada dia. No começo deste mês, o site britânico Daily Mail publicou uma matéria que comprova a mais absoluta falta de respeito religioso, além de uma tentativa arcaica de conduzir pessoas a um desejo insano de gerar atos discriminatórios. A Igreja Católica Romana publicou na Inglaterra um guia de como "converter" bruxas ao cristianismo. O movimento vem em resposta ao crescente número de jovens interessados em conhecer e ingressar em vertentes neopagãs, como a Wicca.

A Igreja Católica afirma que os jovens estão ficando mais tendenciosos a lidar com as formas pagãs movidos por seriados e filmes como Harry Potter e Aprendiz de Feiticeiro, em que a descrição heróica das bruxas acaba por seduzir os adolescentes.

A Cartilha intitulada Wicca and Witchcraft: Understanding the Dangers (Wicca e Bruxaria: Compreendendo os perigos), traz conselhos aos pais que notam que seus filhos têm certos interesses por magia. Os leitores ainda são instruídos a identificar qualquer pessoa neopagã e "evangelizá-la”.

O guia, publicado pela Catholic Truth Society, editores do Reino Unido junto a Santa Sé, foi escrito por Elizabeth Dodd, uma ex-Wiccan de Oxford que se converteu à fé católica. Ela falou que a maioria dos membros da Wicca são mulheres (70%) em busca de sua espiritualidade.
"Por trás do glamour existem 'graves riscos' por causa de sua ligação com o ocultismo e o movimento sinistro defendido pelo satanista Aleister Crowley", disse ela.

Ela acrescentou: "O reconhecimento de que os wiccans estão em uma busca espiritual genuína pode fornecer o ponto de partida para um diálogo que pode levar a sua conversão”.

Está mais do que evidente que o enfraquecimento do domínio católico no país Britânico tem preocupado as autoridades da Igreja, que em uma tentativa de refazer o ocorrido nos tempos medievais com a publicação do livro Malleus Malleficarum (O martelo das Bruxas), apenas vem afundando seu nome na lama diante de tantas absurdas tentativas de se reerguer através da deturpação de outras formas religiosas. Não poderíamos deixar de falar, é claro, da total falta de conhecimento da autora do livro, dita ex-Wiccan, visto que os conceitos tratados por Aleister Crowley não são próprios da Wicca, além de que qualquer pessoa é capaz de saber que ninguém pode mudar o pensamento de outra a menos que ela decida mudar.

É em momentos assim que eu me pergunto: até onde pode ir à mediocridade de alguns líderes religiosos, que tentam lançar ideias preconceituosas e, sem sombra de dúvida, sem nenhuma forma de ética? Só o que está faltando é acender novamente as fogueiras da inquisição, e que se assim for, que eu arda nas chamas da ignorância e da falta de moral que rege tais conceitos que incitam a discriminação.


Texto de Douglas Phoenix

4 comentários:

Minea disse...

Pessoas que não acompanham a evolução humana escrevem esse tipo de coisa, esses livros/manuais de como sugestionar pessoas a fazerem coisas para seus propósitos dizendo ser de sua fé em nome de Deus, é um retrocesso enorme. Muitas religiões, principalmente a Católica aprisionam a cabeça pensante limitando sua expansão natural e travando sua curiosidade num grau mínimo. Fico triste com isso.

Rafael sem h disse...

Penso que não se trata de um Manual pra converter. É um livro, escrito por alguém que experenciou. Como o título sugere, a autora identificou "perigos e riscos" nas práticas que desenvolveu e produziu a obra. Então temos:
1- Ninguém é obrigado a crer no que ela diz, e o livro não vai obrigar ninguém a se converter.
2- A produção da obra é um direito, pela lei de liberdade de expressão. Agora se alguém avaliar que ela tem carater preconceituoso ou sectário, aí sim!

Douglas Phoenix disse...

Rafael, a própria publicação foi dita isso. Não sou eu que disse isso. Eles mesmo disseram que se trata de um manual.

Fora, que a expressão preconceituosa está nas próprias palavras da autora, quando esta diz que o movimento neopagão é perigoso devido ao envolvimento com o "satanista" Aleister Crowley, palavras dela.

A fonte original da matéria está no link Daily Mail no começo do texto.

Juhleus disse...

É revoltante vermos como a humanidade pode retroceder facilmente por causa de interesses egoístas que fogem do verdadeiro significado da religiosidade.

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Hostgator Discount Code
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...